Voluntários foram à praia apanhar sol e não só

Centenas de voluntários passaram hoje pelas praias do Porto para a maior limpeza na história da cidade. Ao longo do dia foram recolhidos 740 quilogramas de lixo.

 

Neste sábado, dia 8 de junho, em celebração do Dia Mundial dos Oceanos,  inúmeros voluntários participaram na iniciativa levada a cabo pelo Sea Life do Porto e pelas Águas do Porto, com o objetivo de limpar os 2,7 km de praias, correspondentes à costa atlântica do concelho.

Tendo como ponto de partida a praia do Molhe, cerca de 1.800 participantes entre os quais se incluem grupos de escolas, associações, empresas e escuteiros conseguiram, em 3 horas, recolher um total de 740 quilogramas (kg) de lixo. Entre os resíduos recolhidos do areal são de destacar as 17.155 beatas, equivalentes a 10 kg, os 90 kg de cordas e redes de pesca, bem como o elevado número de embalagens com um peso total de 220 kg. A estes números junta-se ainda a quantidade de lixo indiferenciado que se situou nos 420 kg.

Este foi o resultado de uma limpeza de dimensão inédita na cidade portuense na qual os participantes apenas necessitaram de levar boa vontade, calçado confortável, protetor solar  e, pelo menos, uma garrafa de água vazia para armazenar as beatas recolhidas, tal como havia sido apelado pela organização do evento. No local, foram ainda providenciados os coletes identificativos, bem como o material necessário à atividade, ou seja, luvas e sacos para recolher o lixo. De recordar que na última ação, em outubro de 2018, já haviam sido recolhidos cerca 280 kg de lixo.

A mega operação de limpeza deste ano, inserida nas “Semanas de Sustentabilidade e Conservação”, também assinalou os 10 anos do Sea Life Porto e contou com a participação do movimento The Porto Protocol, que nasceu recentemente para unir empresas de todas as áreas na luta contra o aquecimento global. A iniciativa foi ainda apoiada pelo Município, Pavilhão da Água e APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo.

SEA LIFE Porto organiza um grupo de plogging

O Sea Life Porto organiza ações de plogging mensalmente. Uma prática que une a corrida à recolha de lixo de forma simples. Ou seja, para praticar, basta sair para correr ou caminhar equipado com um recipiente para armazenar o lixo encontrado ao longo do caminho. O propósito da instituição é “fazer com que todos se apaixonem pela vida marinha e que se tornem embaixadores dos oceanos, adoptando comportamentos responsáveis por forma a proteger este frágil habitat de milhares de fantásticas espécies marinhas”, tal como é referido na página do site dedicada a este grupo, onde se podem encontrar mais informações sobre futuros eventos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens da página de facebook do evento

Diogo Metelo

Publicado a

Comentários fechados em Voluntários foram à praia apanhar sol e não só