Neopop 2018 - Dá-se hoje início ao festival - Engenharia Rádio

Neopop 2018 – Dá-se hoje início ao festival

É com grande expetativa que se vivem estas últimas horas antes de se poder voltar a dançar no mais reconhecido e preponderante festival de techno do país. O Neopop 2018, que vai decorrer entre os dias 8 e 11 de agosto, em Viana do Castelo, tem um dos melhores cartazes desde a sua criação e, junto dos adeptos mais fervorosos do estilo, não é necessário recolher opiniões antecipadas sobre como vai correr o evento do ano de música eletrónica.

Tal como no ano anterior, a organização voltou a apostar em nomes que à partida não serviam o público do techno, como os gigantes alemães Kraftwerk. Este ano, no dia 0, hoje, espera-se com entusiasmo os franceses St. Germain. Ludovic Navarre , o pioneiro do “French touch”, apresenta uma sonoridade onde mistura deep house, jazz e lounge. Vem com banda e vai tocar temas como “Rose Rouge”, “Sure Thing” e “So Flute” de albuns carismáticos como o “Boulevard” de 1995 e o “Tourist” de 2000. Ainda no cartaz, esta quarta-feira conta com uma armada portuguesa como, por exemplo, Rui Vargas, Magazino e Freskitos e, para terminar, o francês Ivan Smagghe.

Nos restantes dias é de destacar vários nomes. Na sexta-feira, o português Trikk, o bósnio Solumon, os suiços Adriatique, os italianos Agens of Time e, para fechar, o alemão Ben Klock. No sábado, para muitos o melhor dia, Paula Temple e Rebekah, Joseph Capriati, Jeff Mills, Len Faki e, para terminar, o alemão Ricardo Villalobos. No último dia, está em destaque a rainha atual do techno Nina Kraviz. A seguir o público vai poder contar com o minimal do francês Paul Ritch, o acid do americano Josh Wink, e, para fechar em beleza, o napolitano Marco Carola.

Além dos palcos principais, o evento vai também ocorrer noutros sítios. Depois das atuações dos DJs, o público pode ainda deslocar-se aos after-partys que a organização preparou. Vão ser no Irish&Co, perto da marina, até às 19h. Ainda, com nova colaboração com a Redbull, que em 2017 tinha trazido o espetaculo 3D com os Kraftwerk, no teatro Sá de Miranda, vai poder-se ouvir Clark e GPU Panic no sábado e James Holden e Surma no domingo.

“All for techno” é o mote do festival e, mais uma vez, com o forte Santiago da Barra e com o Atlântico de fundo, espera-se quatro dias inesquecíveis, de camaradagem e união, de tranquilidade e de noites extremamente ritmadas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mário Rocha

Publicado a

Comentários fechados em Neopop 2018 – Dá-se hoje início ao festival