Reportagem do concerto "A Terceira de Rachmaninoff" - Engenharia Rádio

Reportagem do concerto “A Terceira de Rachmaninoff”

Maestro Takuo Yuasa.
Fonte da fotografia: casadamusica.com

No 24º dia de novembro, a Orquestra Sinfónica do Porto interpretou duas obras sublimes dirigidas por Takuo Yuasa. Uma de Tchaikovski, a outra de Rachmaninoff. Os dois nomes que simbolizam a alma romântica da música russa num concerto que teve a duração de uma hora na sala Suggia da Casa da Música.

Inicialmente escutou-se a obra “Romeu e Julieta” de Piotr Tchaikovski e seguidamente a Sinfonia n.º3 em Lá menor, op. 44 de Sergei Rachmaninoff.

Há uma clara associação que se pode fazer entre estes dois compositores russos visto que Tchaikovski fora um dos mentores de Rachmaninoff. No que diz respeito à primeira obra em programa, “Romeu e Julieta”, constitui a última versão produzida por Tchaikovski da obra do inglês William Shakespeare. Foi uma obra encomendada pelos compositores do “Grupo dos Cinco” de São Petersburgo ao qual o russo aceitou prontamente, personalizando-a. Somente trabalhou três temas do drama do inglês.

Na segunda parte do concerto tivemos a obra de Rachmaninoff, “um génio na criação de linhas melódicas riquíssimas” citando o maestro Takuo Yuasa. Apesar de não ser a sua sinfonia mais conceituada, a terceira (a par de todas as outras) é uma obra madura, repleta de emoção e rica em harmonias. A Orquestra Sinfónica do Porto em conjunto com o maestro japonês orquestraram com requinte e rigor mantendo vivo o tesouro musical que Rachmaninoff nos presenteou.

JF

MR

Publicado a

Comentários fechados em Reportagem do concerto “A Terceira de Rachmaninoff”