Reportagem José Gonzalez @ Casa da Música – Porto (2Maio2017)

Fotografias (no final do artigo) por Filipa Adonias.
Texto por João Fonseca.

Não foi uma terça feira qualquer. Um “início de semana” (dia anterior celebrou-se o Dia do Trabalhador) pelo qual ansiava, ao contrário do que normalmente acontece. A razão era, claro, o concerto de José Gonzalez que às 21h subiria ao palco da Sala Suggia na Casa da Música.

Um par de minutos depois da hora marcada, o cantor sobe sozinho ao palco e, perante uma casa praticamente cheia, senta-se na parte inferior das suas montanhas lineares (cenário que o tem acompanhado ao longo dos anos). É recebido com aplausos. “Muito obrigado” – agradeceu.

Com a luz focada no artista, José González pegou nas seis cordas e acabou com a espera. O silêncio encheu a sala e a melancolia tomou conta dos presentes.

Em breves instantes, a plateia inteira uniu-se com o artista, através do seu domínio da guitarra e do seu timbre cativante hipnotizou todos como se para nós cantasse a partir dos nossos próprios quartos. Os acordes foram sempre delicados, suaves e apaixonados.

Visitou o seu ‘Vestiges & Claws’ de 2015, surprendeu com a “Put Your Hands On Your Heart” (cover de Kylie Minogue) e recordou os clássicos “Killing for Love” e “Heartbeats” (cover de The Knife), a última no encore. Cerca de uma hora e meia depois das 21h, José despede-se, deixando apenas um ligeiro espaço para um suspiro e uma vontade de estar com aqueles que mais gostamos.

Publicado a

Comentários fechados em Reportagem José Gonzalez @ Casa da Música – Porto (2Maio2017)